Castro Soromenho

14/04/2010

Laura Cavalcante Padilha – Olhares do exílio: a expatriação de negros e brancos na cena colonial africana

“Por plasmar a questão do limite da opressão, o texto de Soromenho vai além dos limites ideológicos da chamada ficção colonial, representando um estágio de consciência crítica que desembocará na ação revolucionária das obras produzidas por angolanos – e não só – no pós- 61. Nele se enfatiza a ruína da casa colonial portuguesa da qual o sonho se despede por completo.”

O texto da professora está disponível no sítio da revista Ipotesi (aqui).

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: