Castro Soromenho

03/05/2011

Livia Petry Jahn – A chaga: a representação do negro na obra de Castro Soromenho

“O outro, o diferente, será sempre sob o ponto de vista eurocêntrico, um primitivo, um pagão, um ser humano de segunda categoria. Estabelece-se desta forma a dualidade que irá presidir as relações coloniais, qual seja: o homem europeu e sua cultura versus o homem africano e sua relação com a natureza. Neste embate de cultura X natureza, branco X negro, irá surgir a visão e as ideologias do colonizador.”

O artigo de Livia Petry Jahn está disponível em Pdf no sítio da revista Ipotesi.

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: