Castro Soromenho

10/03/2012

Susan A. de Oliveira – Terra Morta: perspectivas da historiografia literária e da história social de Angola

 “O trabalho visa apresentar a obra “Terra Morta”, de Castro Soromenho, escrita em 1949, como marco da historiografia literária angolana do inicio do século XX, diferenciando-se da literatura colonial, e especialmente influenciada pelo neorrealismo português e pelo regionalismo brasileiro, inovando seja pela estrutura narrativa, pela complexidade e hibridez dos personagens ou pelo uso do duplo código português- quimbundo. Pretende-se também mostrá-la como um registro pioneiro da sociedade da época, visto que revela de modo ímpar o contexto econômico da decadência do ciclo da borracha (1879-1920) e o perfil da migração e da colonização portuguesa em Angola naquele período, bem como o início da exploração das minas de diamantes.”

O artigo da Professora Susan A. de Oliveira está disponível em pdf nos Anais do I Seminário Internacional História do Tempo Presente.

2 Comentários »

  1. Discutível quanto a TM seguir o cânone neorrealista, mas no geral um bom artigo.

    Obrigado Jorge.

    Abraço.

    Vergilio Frutuoso

    Comentário por Vergilio Frutuoso — 10/03/2012 @ 12:14

    • Caro Vergilio, agradeço a leitura do meu artigo e quero dizer-te que sobre a influência neorrealista é o próprio Castro Soromenho, em uma entrevista, quem a menciona e explica. Abraço
      Susan de Oliveira

      Comentário por Susan de Oliveira — 27/05/2013 @ 0:09


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: