Castro Soromenho

03/01/2014

Ana Rita Veleda Oliveira – Terra Morta: um contributo para a história do trabalho colonial

“Terra Morta é um romance de Castro Soromenho, proibido em Portugal
pela censura do Estado Novo e publicado no Rio de Janeiro, em1949.
Neorrealista, a obra retrata a vila de Camaxilo, locus horrendus no Nordeste
de Angola, na época colonial. Inúmeras personagens, colonizadores
e colonizados, homens e mulheres, interagem no enredo, pela voz do
narrador, como se fossem actores históricos, úteis para pensar o Terceiro
Império Português. As minas da Diamang e os cânticos dos trabalhadores
contratados fazem parte do cenário, sendo, também, a obra um contributo
importante para a história do trabalho colonial. O autor deixa uma
mensagem não só de opressão, materializada em Camuari, a máscara da
morte, como de luta contra esta, contada e cantada em outras histórias de
resistência à violência colonial.”

O trabalho de Ana Rita Veleda Oliveira está disponível na revista Ubiletras, do departamento de letras da Universidade da Beira Interior (aqui).

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: