Castro Soromenho

04/10/2017

Sócrates Dáskalos – Um testemunho para a História de Angola

Trecho:

“Agora sentíamo-nos de facto em liberdade e emocionados com a perspectiva de
conhecer Paris.
Chegados aqui e cumprindo todas as regras para evitar encontros desagradáveis,
aportámos enfim em casa do Castro Soromenho cuja morada sabíamos de cor.
Foi uma alegria conhecer o Castro Soromenho, um mais velho cuja vida em Paris não
era fácil, que nos encorajou e encaminhou para o então primeiro e único embaixador de
Angola na Europa, o inesquecível Câmara Pires, inesquecível para todos os angolanos
que naquela época procuravam no exílio a única possibilidade de sobreviver
continuando a consagrar-se à luta pela libertação da sua terra.
Naquela altura eu já era quarentão mas senti inveja de um Câmara Pires que já
teria os sessenta e tais e parecia comportar-se como um jovem, sacrificava-se como um
jovem sabendo previamente que não iria beneficiar da sua dedicação e sacrifício.
Câmara Pires era um homem fora de série, um africano mestiço, muito culto,
habituado ao convívio com a grande burguesia europeia, que cultivava a ironia, sabia
ser severo quando necessário e sabia atender a juventude negra, branca ou mestiça,
todos “revolucionários” que chegava a Paris e precisava do apoio do “embaixador” da
rua Hypollite Mandron n.º 7. Resumindo, era um homem vivido, generoso sem ser
ingénuo, que sentia o momento que passava de grandes transformações em África e na
sua terra
Na sua casa de Paris arranjava-se sempre comida e dormida nas grandes aflições.
O Câmara não era comunista nem socialista declarado, mas era um homem aberto às
ideias de esquerda e como tinha boas relações em Paris safava muita gente de problemas
delicados.”

O livro, com prefácio de Manuel Rui e preâmbulo de Adelino Torres, está disponível em pdf no Adelinotorres.info (aqui).

01/10/2017

Fernando Mourão (1934-2017)

Filed under: Literatura — sobrecs @ 21:47

Morre Fernando Mourão.

É com o mais profundo pesar que comunicamos o falecimento do grande amigo Fernando Augusto Albuquerque Mourão, no dia 30 de setembro, de 2017, em São Paulo.

À Iara e família, os nossos sentimentos.

Fernando Mourão, nascido em 1934 no Rio de Janeiro, foi um dos mais importantes estudiosos da cultura africana de expressão portuguesa. Professor da Universidade de São Paulo (FFLCH), teve participação decisiva na criação do Centro de Estudos Africanos (USP).

links:

http://istoe.com.br/morre-o-professor-da-usp-fernando-albuquerque-mourao-2/

http://sao-paulo.estadao.com.br/noticias/geral,morre-o-professor-da-usp-fernando-albuquerque-mourao,70002023273

 

 

Seu livro A Sociedade Angolana Através da Literatura é um clássico sobre Angola e a obra de Castro Soromenho.

 

 

Bibliografia relativa a Castro Soromenho:

MOURÃO, Fernando Augusto Albuquerque. A sociedade angolana através da literatura. São Paulo, Ed. Ática, 1978. (Coleção Ensaios: 38)

MOURÃO, Fernando Augusto Albuquerque. A sociedade angolana através da literatura: a Lunda na obra de Castro Soromenho. São Paulo, 1969. Dissertação de mestrado em Ciência Sociais – Sociologia, apresentada à Faculdade de Filosofia, Letras e Ciência Humanas da Universidade de São Paulo. Inclui bio-bibliografia.

MOURÃO, Fernando Augusto Albuquerque. Bastide, Roger. L´Afrique dans l´oeuvre de Castro Soromenho. Paris, Jean Pierre Oswald, 1959, Vértice, Coimbra, 20 (199) : 216-7, abr. 1960,  Recensão.

MOURÃO, Fernando Augusto Albuquerque. Entrevista com Castro Soromenho. Cultura: boletim da Sociedade Cultural de Angola, 2 (11): 7, maio, 1960.

MOURÃO, Fernando Augusto Albuquerque. Estudo introdutório. In: Antologia de Contistas Angolanos. Lisboa, Casa dos Estudantes do Império, 1960. p. ix-x.

MOURÃO, Fernando Augusto Albuquerque. Roger Bastide e Angola: a Lunda na obra de Castro Soromenho. Afro-Ásia, Salvador, no 12:141-4, 1976.

MOURÃO, Fernando Augusto Albuquerque. Soromenho, F. M. C. Histórias da terra negra. Lisboa, Editorial Gleba, 1960. Mensagem (Casa dos Estudantes do Império), Lisboa, 1960.

MOURÃO, Fernando Augusto Albuquerque. Soromenho, F. M. C. Mistérios da terra: mucanda, cangongo. Mensagem (Casa dos Estudantes do Império), Lisboa, 1960 .

MOURÃO, Fernando Augusto Albuquerque.; FURTADO, Cláudio A.; VALENTE, Francisco. Bibliografia sobre Fernando Monteiro de Castro Soromenho. África: Revista do Centro de Estudos Africanos, USP. S. Paulo, 11 (1): 165-186, 1988.

MOURÃO, Fernando Augusto Albuquerque.; RODRIGUES QUEMEL, Maria Angélica. Contribuição a uma Bio-bibliografia sobre Fernando Monteiro de Castro Soromenho. São Paulo: Centro de Estudos Africanos, Univ. de São Paulo. 72 pp, 1977.

 

 

Blog no WordPress.com.