Castro Soromenho

Acervo fotográfico: África

(Última atualização: 3 de julho de 2018)

Apresentação

Edição e recuperação das fotografias: Lúcia Ido.

O acervo possui dois grupos de fotografias: as que estão nos relatórios de Artur E. de Castro Soromenho e as organizadas em três álbuns. O nosso projeto é publicar neste espaço todas as fotos e   garantir a sobrevivência por meio digital desse material de interesse etnográfico e histórico – como se sabe, fotografias em papel desaparecem com o passar dos anos. A não ser em casos excepcionais, não editamos as fotos (recuperação de cores originais, etc.), quando o fazemos, publicamos igualmente o original danificado. As legendas reproduzem literalmente o que consta no verso das fotografias.

Nas seções 1 e 2, apresentamos, a título de introdução aos álbuns, uma seleção um pouco arbitrária do material que está nos Volumes I, II e III; essas fotografias constarão igualmente nas seções 3 a 5, para que os volumes sejam apresentados integralmente.

A publicação de todo o material demorará algum tempo. Sempre que adicionarmos novas fotos, avisaremos os nossos leitores por meio de um post.

Índice

  1. Etnografia

  2. Huambo

  3. Volume I

  4. Volume II

  5. Volume III

  6. Fotos dos relatórios de Artur E. de Castro Soromenho

_______________________________________________

1. Etnografia

As legendas reproduzem as anotações que constam no verso das fotos ou são reproduções das legendas de A Maravilhosa Viagem, Editorial Terra, 1946; e Editorial Sul, 1956.

Nhembas – Trabalhos domésticos (reproduzido na Estampa XXX de A Maravilhosa Viagem, Editorial Terra, 1946 e Lâmina XXVI de  A Maravilhosa Viagem, Editorial Sul, 1956)

Gengistas – Vida doméstica (reproduzido na Estampa XLII, A Maravilhosa Viagem, Editorial Terra, 1946)

Um dos castigos -Prova de Bachi “cágado”

Fotos África0001

Seculos do Cubal

Fotos África0002

Penteado de jovem Quioca

Fotos África0003

Humbes  (o alfinete é um elemento europeu; não pertence ao tradicionalismo africano)

Fotos África0004

Nianecas – Penteado de noivado

Fotos África0005

Humbes – Penteado de orelha de elefante

Fotos África0006

Muriata: um dos grandes sobas dos Camaxis

Fotos África0007

Uma grande orquestra – Jingas

Fotos África0008

Huilas

Fotos África0009

Cuanhamas (reproduzido na Estampa LXXXIV, A Maravilhosa Viagem, Editorial Terra, 1946)

Tipo de casa – Huambos

Huambo0005

Huambos

Huambo0006

Huambos

_______________________________________________

2. Huambo

Huambo0001

Palhota do governador antes do rio Huambo

Huambo0002

Os sobas: a vacina no Huambo

Huambo0003

Cascata de água no Huambo

As quinze fotos a seguir de Nova Lisboa/Huambo são cartões postais. No verso dos originais consta: “Edição de A. Filipe & Ca., Ltda. Nova Lisboa. – Angola”.

Nova Lisboa0003

Nova Lisboa0005

Nova Lisboa0008

Nova Lisboa0015

Nova Lisboa0004

Nova Lisboa0009

Nova Lisboa0013

Nova Lisboa0006

Nova Lisboa0010

Nova Lisboa0014

Nova Lisboa0002

Nova Lisboa0007

Nova Lisboa0011

Nova Lisboa0001

Nova Lisboa0012

_______________________________________________

3. Volume I

vol10001

 Vol. 1 – 1

vol10002

 Vol. 1 – 2: Mapa de 1626

vol10003

Vol. 1 – 3: Planalto de Benguela

vol10004

Vol. 1 – 4: Rio Chimbe – maio de 1928

vol10005

Vol. 1 – 5

vol10006

Vol. 1 – 6: Aspecto do Cassai, rio sagrado dos Lundas

vol10007

Vol. 1 – 7

vol10008

Vol. 1 – 8: Rio Cunine

vol10009

Vol. 1 – 9: Um aspecto das quedas do rio Chimbe

vol10010

Vol. 1 – 10: O cabo da jangada do rio Cassai

vol10011

Vol. 1 – 11

vol10012

Vol. 1 – 12

vol10013

Vol. 1 – 13

vol10014

Vol. 1 – 14

vol10015

Vol. 1 -15

vol10016

Vol. 1 – 16

vol10017

Vol. 1 – 17: Rápidos do rio Cuébe, em Vila Serpa Pinto (Menongue)

vol10018

Vol. 1 – 18

vol10019

Vol. 1 – 19

vol10020

Vol. 1 – 20

vol10021

Vol. 1 – 21: Tipo de casa – Huambos

vol10022

Vol. 1. – 22: Entrada da morança – Cuanhamas

vol10023

Vol. 1 – 23: Corredor de defesa da habitação – Cuanhamas

vol10024

Vol. 1 -24

vol10025

Vol. 1 – 25: Tipo de habitação – Quilengues

vol10026

Vol. 1 – 26

vol10027

Vol. 1 – 27: Tipo de cubata – Bundos

vol10028

Vol. 1 – 28: Quilengues

vol10029

Vol. 1 – 29

vol10030

Vol. 1 -30

vol10031

Vol. 1. 31 – Povo do Sul de Angola

vol10032

Vol. 1. – 32: Povo de Camaxilo

vol10033

Vol. 1. 33: Doença

vol10034

Vol. 1. 34: Doença

vol10035

Vol. 1. – 35

vol10036

Vol. 1. -36: Cuanhamas

vol10037

Vol. 1. 37: Cuanhamas

vol10038

Vol. 1 – 38: Banhembas

vol10039

Vol. 1. – 39: Gingas

vol10040

Vol. 1. 40: Huilas

vol10041

Vol. 1. 41: Gengistas – Tipo de homem

vol10042

Vol. 1. 42: Tipo de homem – Gengista

vol10043

Vol. 1. 43: Tipo de homem – Songos

vol10044

Vol. 1. 44: Tipo de homem –  Lundas

vol10045

Vol. 1. 45: Tipo de homem – Bangala

vol10046

Vol. 1. 46: Tribo dos Humbes

vol10047

Vol. 1. 47: Homem – Huambos

vol10048

Vol. 1. 48: Velhos Seculos – Huambos

vol10049

Vol. 1. 49: Tipo de homem – Bieno – Tatuagens

vol10050

Vol. 1. 50: Belo tipo de homem – Bieno

vol10051

Vol. 1. 51: Tipo de homem – Luchazes

vol10052

Vol. 1. 52: Velho sécúlu da tribo dos Luchazes

vol10053

Vol. 1. 53: Bundos – Tipo de homem

vol10054

Vol. 1. 54: Um Quioco

vol10055

Vol. 1. 55

vol10056

Vol. 1. 56

vol10057

Vol. 1. 57

vol10058]

Vol. 1. 58

vol10059

Vol. 1. 59

vol10060

Vol. 1. 60

vol10061

Vol. 1. 61

vol10062

Vol. 1. 62: Rapariga – Bunha

vol10063

Vol. 1. 63: Rapariga da tribo dos Luenas

vol1064

Vol. 1. 64: Rapariga da tribo dos Ganguelas

vol1065

Vol. 1. 65: Rapariga da tribo dos Bannhembas

vol1066

Vol. 1. 66: Tipo de rapariga ganguela

vol1067

Vol. 1. 67: Uma quioca

vol1068

Vol. 1. 68: Tipo de mulher-  Quiocos

vol1069

Vol. 1. 69: Tipo de mulher – Luimas ou Luimbes

vol1070

Vol. 1. 70: Mãe e filho à porta da cubata (Camaxis)

vol1071

Vol. 1. 71: Rapariga – Matenga

vol1072

Vol. 1. 72: Mulheres lundas tomando banho

vol1073

Vol. 1. 73: Tipo de mulher – Lunda

vol10074

Vol. 1. 74: Mulher da tribo dos Bicudos

vol10075

Vol. 1. 75: Mulher da tribo Gengistas

vol10076

Vol. 1. 76: Tipo de mullher – Bienos


vol10077

Vol. 1. 77: Tipo de mulher (Songos)

vol10078

Vol. 1. 78: Cuanhama – Tipo feminino

vol10079

Vol. 1. 79: Tipo de mulher – Gingas

vol10080

Vol. 1. 80: Mulher – Sambos

vol10081

Vol. 1. 81: Antropófagas?

vol10082

Vol. 1. 82: Tipo de mulher da tribo dos Bienos

vol10083

Vol. 1. 83: Penteado de jovem quioca

vol10084

Vol. 1.84: Quipungo

vol10085

Vol. 1. 85: Quipungos

vol10086

Vol. 1. 86:  Humbe (alfinete é um elemento europeu, não pertence ao tradicionalismo africano)

vol10087

Vol. 1. 87: Humbe [mesma mulher de 1.88 e 1.89]

vol10088

Vol. 1. 88: Humbe [mesma mulher de 1.87 e 1.89]

vol10089

Vol. 1. 89: Humbe [mesma mulher de 1.87 e 1.88]

_______________________________________________

4. Volume II

vol. 2. 1. Cuvales – Penteados e adornos

Vol. 1. 2. Mulher Camaxi

vol. 2. 3. Cuanhamas – Trajar e penteado da festa da puberdade

vol. 2. 4. Penteado feminino (Bangalas)

vol. 2. 5. Mulher Ganguelas – Penteado e adornos

vol. 2. 6. Huilas – Belo penteado

vol. 2. 7. Penteado de mulher Gengista

vol. 2. 8. Mulher Gengista – Trajar

vol. 2. 9. Nianecas – Jovem com penteado de noivado

Vol. 2. 10. Rapariga da tribo Luchazes (Penteado)

Vol. 2. 11. Nianecas

Vol. 2. 12. Luimbes

Vol. 2. 13. Luimbes

Vol. 2. 14. Dimbas – Festa da nubilidade

Vol. 2. 15. Dimbas – Trajar de peles

Vol. 2. 16. Penteado e adorno – Mulher Bunda

Vol. 2. 17. Bunda

Vol. 2. 18. Bunda

Vol. 2. 19.

Vol. 2. 20.

Vol. 2. 21.

Vol. 2. 22.

Vol. 2. 23.

Vol. 2. 24. Bienos – Vida doméstica

Vol. 2. 25. Camaxis – Lume na cubata

Vol. 2. 26. Camaxis – Vida doméstica

Vol. 2. 27. Gengsita – Trabalho doméstico

Vol. 2. 28. Cuvales – A água é pouca no deserto

Vol. 2. 29. Cozinhando o pirão

Vol. 2. 30.

Vol. 2. 31. Luneas – A tradicional tipoia

Vol. 2. 32. Humbes – Antes da festa da nubilidade

Vol. 2. 33. Bundas – Noivado

Vol. 2. 34. Cuanhamas – Noiva e dama de honra

Vol. 2. 35. O casamento

Vol. 2. 36. Cuvales – O quibanba que incendiou a cubata

Vol. 2. 37. Cuanhamas – Luta livre

Vol. 2. 38. Choradeira – O dia do enterro

Vol. 2. 39. Gengistas – Túmulo de caçador

Vol. 2. 40. Luimbes – Aplicação de ventosas

Vol. 2. 41. Dimbas – Limagem e extração de dentes

Vol. 2. 42. Songos – Feitiçaria

Vol. 2. 43. Cuanhamas – Cena de feitiçaria

Vol. 2. 44. Cacondas – Cena de feitiçaria

Vol. 2. 45. Cacondas – A morte do espírito mau

Vol. 2. 46. Feitiço de grande poder

Vol. 2. 47. Huilas – Cena de feitiçaria – Curandeiro

Vol. 2. 48. Gengistas – Feitiços

Vol. 2. 49. Jingas – Dançarinas

Vol. 2. 50. Quiocos – Uma dançarina célebre

Vol. 2. 51. Cacondas – Feiticeiro

Vol. 2. 52. Feiticeiro dos Luchazes em plena sessão

Vol. 2. 53. Feiticeiro dos Banhembas

Vol. 2. 53b. Feiticeira – Tratamento contra a esterilidade

Vol. 2. 54. Luchazes – A pilar o cereal

Vol. 2. 55. Bundos

Vol. 2. 56. Dimbas

Vol. 2. 57. Cuangares

Vol. 2. 58. Descasques e limpeza do arroz

Vol. 2. 59. Banhembas – Trabalhos domésticos

Vol. 2. 60. Banhembas – Faina agrícola

Vol. 2. 61. Cuanhamas – Trabalhos agrícolas

Vol. 2. 62. Agricultora

Vol. 2. 63.

Vol. 2. 64.

Vol. 2. 65. Fabrico de farinha de milho

Vol. 2. 66. Bié – Depois da caçada

Vol. 2. 67. Caçador

Vol. 2. 68. Cacondas – Caçadores – Tratamento no morro de Salalé

Vol. 2. 69. Gengistas – Preparação para a pesca

Vol. 2. 70. Bundos – Caçador

Vol. 2. 71. Ganguelas – Caçadores

Vol. 2. 72.

Vol. 2. 73.

Vol. 2. 74. Dimbas – Preparação do leite azedo

Vol. 2. 75. Ganguelas – Preparação de bebidas indígenas

_______________________________________________

5. Volume III

Vol. 3. 1. Ostras do rio Cassai, a mais de 1.000 km do mar

Vol. 3. 2.

Vol. 3. 3. Pescador

Vol. 3. 4. Pescadoras

Vol. 3. 5. Fabricação de cera para venda ao comércio

Vol. 3. 6. Curtiemento de casca de árvore para vestuário – Tribo do Ganguelas

Vol. 3. 7. Fabrigação de panelas – Tribo dos Ganguelas

Vol. 3. 8. Fabricante de esteiras

Vol. 3. 9. Fabricante de chapéus de palha, indústria de crianças

Vol. 3. 10. Fiar do algodão – Bangalas

Vol. 3. 11. Ferreiro – Ganguela

Vol. 3. 12. Fiador de algodão

Vol. 3. 13. Cuanhamas – Nas minas de ferro – A fundição do mineiro

Vol. 3. 14. Ferreiros – Bundos

Vol. 3. 15.

Vol. 3. 16. Cabeleireira da tribo dos Luenas

Vol. 3. 17. Dentista

Vol. 3. 18. Escultor

Vol. 3. 19.

Vol. 3. 20.

Vol. 3. 21. Tatuador quinlegue

Vol. 3. 22.  Barbeiro

Vol. 3. 23. Muatiânvua

Vol. 3. 24. Muriata, um dos grandres sobas dos Camaxis

Vol. 3. 25. Soba Saca,bunge – Representante dos Muatiânvua na Lunda portuguesa

Vol. 3. 26. Soba lunda ostentando, nos punhos, os seis lucanos (pulseiras símbolos da realeza)

Vol. 3. 27. Soba quiôco

Vol. 3. 28. Soba luena

Vol. 3. 29. Sobas e chefes lundas do Mussuco

Vol. 3. 30. Soba indígena do porto do Dala

Vol. 3. 31. Sambos – insígnias de soba

Vol. 3. 32. Cuanhambas – jovem músico

Vol. 3. 33. Tocador de canguxi

 

Vol. 3. 34.

Vol. 3. 35. Contorcionista e tocador de quissange

Vol. 3. 36. Tocador de quissange

Vol. 3. 37. Exímio tocador de chicuvo

Vol. 3. 38.  Uma grande orquestra – Jingas

Vol. 3. 39. Dança dos Quiocos – dançarina célebre

Vol. 3. 40. Mascarados – Bundos

Vol. 3. 41. Festa da puberdade – Bundos

Vol. 3. 42. Bundos

Vol. 3. 43. Bundos

Vol. 3. 44.

Vol. 3. 45. Bundos

Vol. 3. 45 (b). Dança – Bundos

Vol. 3. 46. Ovigandjis – Bundos

Vol. 3. 47. Jovens circuncidados – Bundos

Vol. 3. 48. A operação – Bundos

Vol. 3. 49. A entrada solene – Bundos

Vol. 3. 49 (b) . Danças

Vol. 3. 50. Jovens circuncidados – Bundos

Vol. 3. 51. Jovens circuncidados – Bundos

Vol. 3. 52. Rapaz circuncidado – Bundos

Vol. 3. 53. Após a circuncisão

Vol. 3. 54. Jovem circuncidado

Vol. 3. 55. Instrução de tiro azagaia.

Vol. 3. 56. Um dos castigos infligidos aos “ovidandos” (a que chamam: limpeza da corrente)

Vol. 3. 57. Dança dos ovidandos, a que chamam “ualecula” (que dizem: conhecemos tudo quanto os batuques falam)

Vol. 3. 58. Castigo: prova de “estender peixe” (outro dos castigos infligidos aos “ovidandos”)

.

Vol. 3. 59. Um dos castigos: prova de bachi “cágado”.

 

 

 

 

 

30 Comentários »

  1. Caros patrícios da minha terra, foi ,para mim, um perpassar de memórias, que dificilmente olvidarei ,para regalo dos meus olhos…

    Comentário por Aníbal — 15/02/2015 @ 21:09

  2. Simplesmente ESPECTACULAR.
    Gostei.

    Comentário por Álvaro Pelicano — 15/02/2015 @ 22:23

  3. Excelente colectânea a deixar saudades da terra.
    rm

    Comentário por raul mesquita — 16/02/2015 @ 20:53

  4. Excelente. Gratas recordações que jamais se apagarão da nossa memória. O meu bairro… a antiga Escola Primária, localizada na Cidade Alta, encerrada com a construção da nova Escola Primária (proximidades da Avenida Granja)… As locomotivas do CFB… Os seculos… O comércio dos Laras…etc; etc…

    Comentário por Raul Jorge Ferreira Ventura — 17/02/2015 @ 11:54

  5. Belo pedaço da nossa história no Sec XX que relata uma epopeia única.Obrigado!Pena não ser a bandeira azul e branca!

    Comentário por Duarte Barracas — 17/02/2015 @ 21:33

  6. adorei ver. Fiquei emocionada. Obrigada por nos mostrar esta beleza.
    Matilde Ferreira

    Comentário por Maria Matilde Toste Oliveira Ferreira — 19/02/2015 @ 9:53

  7. Gostei muito de ver. Nascida e criada em Angola na década de quarenta, ainda senti o “clima” e a vivência dessa época. Muito obrigada

    Comentário por Vanda Gonçalves — 23/02/2015 @ 18:40

  8. Claro que sem saudosismos e lembrando os anos 40 ainda me consigo lembrar de algumas casas na Alta (junto às antigas casas de madeira) e a casa dos manos Lara. GOSTEI !!!

    Comentário por Carlos Alves Pires — 24/02/2015 @ 14:50

  9. LIndo…lindo…..tantas saudades…..vivia perto da barragem do Quando…..obrigada por estas imagens

    Comentário por Odete rebelo — 26/02/2015 @ 11:43

  10. Muito bom:.. O máximo dos máximos do excelente trabalho que aqui está bem explícito. Parabéns e obrigada, embora eu ser do Lubango.

    Comentário por Maria Manuela de Castro Rodrigues Góis — 26/02/2015 @ 16:42

  11. Parabéns pelo bom trabalho que me fez retroceder a um passado feliz.

    Comentário por Maria Manuela Rodrigues Júlio — 27/02/2015 @ 7:53

  12. Um magnífico documento. Só é pena ser quase só do Huambo

    Comentário por Maria Dulce Ceva — 28/02/2015 @ 14:08

  13. Belo trabalho. Seria mais rico se houvesse retratos de outras partes de Angola.

    Comentário por joaquim cristiano — 02/03/2015 @ 0:17

  14. Obrigado pelas fotos que são uma parte da minha vivência. Tenho uma dúvida sobre a imagem do trecho da rua 5 de Outubro. Penso que o prédio em construção seria o da RoberHudson, no inicio do cruzamento em direcção ao Ruacaná. Se assim for, a casa que se vê no sentido contrário seria a da Singer, depois o Camutari e Eva e as restantes do meu Avô (Samacaca). O meu raciocionio é feita desta naneira por as fotos serem de 1946, ora as construções do meu Avô já existiam, ou então o prédio de em construç~so seria no gaveto do cruzamento que ia para o Mercado, e nesse caso as casas no prolongamento seriam as da Kapa. Alguém que leia este comentário e que tenha memórias desse tempo que me diga qual a versão correcta.
    José Inácio (Ferrão)

    Comentário por José Inácio ferrão de Paiva Martins — 02/03/2015 @ 12:48

    • José Inácio Ferrão de Paiva Martins estou a fazer uma pesquisa sobre os panos Samakaka. O seu avô Samacaca vendia tecidos? Gostaria de falar consigo. Estou no facebook, meu email é: memoria.angola@gmail.com. Agradeço o seu contacto, obrigada Verónica Leite de Castro.

      Comentário por Verónica Leite de Castro — 21/02/2018 @ 18:06

  15. Um mimo de fotos colhidas no princíoio do século passado, mostrando imagens dos seus habitantes masculinos e femininos com seus usos nos seus penteados e adornos no seu exíguo vestuário. Provas e documentos de valor estimativo incalculável. Como é bom rever, para recordar o nascimento de uma cidade como NOVA LISBOA

    Comentário por eurico figueiredo — 02/03/2015 @ 20:10

  16. Muito interessante.

    Comentário por Manuel Ribeiro — 09/03/2015 @ 13:14

  17. Com 5 anos cheguei a Nova Lisboa em 1947 !! Algumas destas fotos retratam imagens ainda retidas na minha memória. Todas as outras … guardar bem guardadas para a posteridade dos meus descendentes. 10 de Março de 2015 – Manuel Carvalho – Manecas

    Comentário por Manul Moeira de Carvalho — 10/03/2015 @ 18:34

  18. Bela coleção! Obrigada por ter partilhado.

    Aida Viegas

    Comentário por Aida — 30/03/2015 @ 6:24

  19. Gostei muito, fotos históricas de ótima qualidade. Gostaria de fazer um video clipe, peço permissão para produzir as imagens.

    Comentário por Maria Luisa Bicudo Abreu Carneiro — 18/04/2015 @ 22:23

  20. Obrigado pelo que me é oferecido e que me transporta ao saudoso passado que vivi na minha terra Huambo .

    Comentário por João Rodrigues de Almeida — 19/04/2015 @ 8:02

  21. É ÁFRICA e está tudo aí!!!!!

    Comentário por António João Frias Monteiro. — 28/04/2015 @ 17:31

  22. Foi com muita emoção que revi imagens da minha infância – Cubal-Nova Lisboa. Obrigado!

    Comentário por Fernando Valadas — 28/04/2015 @ 17:54

  23. Avª da Granja, que mais tarde ligou a Praça Vicente Ferreira à cidade Alta. Tempos que já lá vão, mas que perduram no nosso pensamento. Muito obrigado pelas excelentes fotografias dos “nossos séculos”. Obrigado

    J.S.Mota Angelo

    Comentário por João dos Santos Mota Angelo — 29/04/2015 @ 9:24

  24. Como já aqui foi dito, e muito bem, África, é África, e é incomparável…Obrigado por tão lindas imagens, e bela recordação. Liiindo…gostei imenso…e, é a nossa História, que foi linda !!!…

    Comentário por Celeste Branco — 30/04/2015 @ 22:17

  25. Um relembrar da nossa gloriosa história em Angola. Fotografias excecionais e talvez únicas.

    Comentário por Manuel de Mascarenhas Gaivão — 15/02/2016 @ 18:05

  26. Bonitas fotos , optimo trabalho , MUITO OBRIGADO ,
    CAMAXILO 1965

    Comentário por Peixoto — 11/06/2016 @ 7:48

  27. gostei de ver as fotos

    Comentário por valerio — 02/06/2017 @ 12:50

  28. Um precioso documento cultural abrangente em várias áreas de estudo; da etnografia à sociologia, do mundo natural à paisagem construída com a arquitectura tradicional africana e a introduzida pelos europeus, etc. etc. etc. Fico agradecido com a partilha deste filão de informação.

    Comentário por Luís Filipe Gomes — 25/06/2017 @ 10:17

  29. excelente recolhe e trabalho. Merecia ser publicado em Livro. Parabéns.

    Comentário por Egas Moniz — 20/02/2018 @ 17:03


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: